Quando o amor chegar...



Quando o seu amor chegar, você vai saber ser ele. Ahhhh tá, eu sei, eu sei, que você já pensou ser ele tantas vezes, né?! Mas pensa bem, com o fundo do seu coração e de sua alma, sozinha, você e seu travesseiro, os outros deram sinais de que não eram o amor. Lembra?

Aquelas desculpas esfarrapadas, as faltas de ações, mas toda coragem do mundo para não vir, não ligar, não chegar. Aquele desinteresse de retornar as ligações, aquela falta de tato de ligar no dia seguinte, aquele blá-blá-blá ensaiado que eles insistem em declamar, aqueles atrasos reincidentes...

Mas também verdade seja dita, às vezes o grande amor não chegou ainda, mas você já ensaiou o quase amor. Não deu certo por várias razões, ou dá certo pelo tempo que tem que dar. Porque também às vezes a hora é certa com a pessoa errada. Ou acontece de ser a pessoa certa na hora errada.

É... a mira do moço-cupido não é certeira muitas vezes, ou não para exatamente todas as pessoas. O importante é viver. Experimentar. Celebrar. Tentar. Com juízo, é verdade, afinal, toda ação tem consequência.

Viva a sua vida sem esperar o grande amor a cada topada na rua, a cada esbarrão na esquina, a cada piscada despretensiosa, a cada convite, a cada cantada, a cada elogio, a cada pizza, a cada olhada no metrô... Vá vivendo...